Petrobras fecha parceria para investir R$ 23 milhões em energia solar

A Petrobras assinou um termo de cooperação com o Centro de Inovações CSEM Brasil. O objetivo da parceria estratégica é realizar atividades de pesquisa e desenvolvimento na área de energia solar.

A estatal investirá R$ 23,77 milhões ao longo de 30 meses no projeto, que contará com a infraestrutura e conhecimento acumulado do CSEM na produção de células solares impressas. As duas instituições vão elaborar uma formulação à base de perovskita solar (composto sintético com estrutura cristalina) para utilização como filme na fabricação de células fotovoltaicas impressas e flexíveis.

Painéis solares
Painéis solares

Segundo a petroleira, a tecnologia de aplicação desse novo material em filme fino ainda não existe em escala industrial, mas vem sendo apontada como a próxima fronteira da energia solar. A companhia destaca que estudos indicam que filmes com perovskita solar têm o potencial de atingir, ou mesmo ultrapassar, a um menor custo de produção, a eficiência dos atuais painéis solares rígidos de silício. 

A Petrobras informou, ainda, que o projeto está alinhado com o plano de negócios da empresa, que tem entre suas principais estratégias a atuação em energia renovável de forma rentável, com foco em eólica e solar no Brasil.

Uma das atribuições da CSEM Brasil será a de prospectar universidades parceiras para avançar nas pesquisas. O resultado esperado é a produção de um módulo protótipo e a obtenção de informações para subsidiar e viabilizar técnica e economicamente a produção industrial de filmes solares com o novo composto.

Petrobras fecha parceria para investir R$ 23 milhões em energia solar
Gostou? Avalie este post

Deixe uma resposta